Pratique esporte aquático no Arca Parque

Cada vez mais os tipos de esporte aquático vêm conquistando o mundo. Sendo, a maioria deles, ideal para grandes travessias e que permite ver o local sob um novo ângulo, além de trazer diversos benefícios aos seus praticantes, sempre exigindo esforço e concentração.

Até porque, o esporte aquático ajuda a esquecer dos problemas do dia a dia, ter  o contato com a natureza e é uma boa oportunidade para curtir um dia de sol junto aos amigos.

Agora conheça abaixo os 05 principais benefícios do esporte aquático para se convencer do quanto é vantajosa essa atividade e, depois, é só pegar prancha e remo e curtir essa onda.

Benefícios do esporte aquático

Definição Muscular

O esporte aquático trabalha basicamente todos os grupamentos musculares do corpo, pois durante sua prática é necessário utilizar os membros superiores, inferiores e o cérebro. 

A todo instante precisa-se do cérebro, pois ele é o responsável pelo equilíbrio e a coordenação, que são necessários já que se utilizam braços, pernas e abdômen ao mesmo tempo. Braços são necessários para remar, pernas para facilitar a locomoção com flexão de quadril e joelhos simultaneamente, proporcionando uma posição mais confortável e efetiva para o deslocamento. E o abdômen estabiliza todo o corpo para ter controle em relação à atividade praticada, como por exemplo, no SUP (Stand Up Paddle) para ter equilíbrio em cima da prancha.

Coordenação Motora e Postura

Quando o esporte aquático é praticado com a postura correta evita-se possíveis lesões e ainda melhora a postura a longo prazo, pois o abdômen é o principal responsável por preservar a coluna lombar, além de trabalhar também a musculatura peitoral e das costas.

Para se manter em equilíbrio, é preciso manter as costas eretas, o abdômen contraído, o quadril encaixado, e isso faz bem à postura. Sem contar que o próprio exercício de braços reforça a musculatura das costas, o que é importante para manter a espinha dorsal alinhada.

Sistema Cardiovascular

Quando se pratica esporte aquático, a circulação sanguínea aumenta e, consequentemente, o batimento cardíaco e a frequência respiratória são alterados, auxiliando o trabalho do sistema cardiovascular e prevenindo grandes disfunções.

A atividade também reduz as chances de problemas cardìacos como infarto e AVC, por se tratar de um verdadeiro exercício aeróbico, como a corrida, caminhada, natação, entre outros.

Mente

Além dos benefícios físicos citados acima, o esporte aquático também é uma ótima terapia para a mente. Até porque, durante a prática esportiva, são liberadas endorfina e serotonina – propriedades que causam sensação de bem estar e felicidade -, que quando trabalhadas a longo prazo tendem a oferecer mais qualidade de vida.

Falamos que o esporte aquático ajuda a reduzir a ansiedade, a tensão e o estresse, e isso tudo se traduz em saúde mental, pois as atividades na água  produzem um mix de prazer com liberdade, algo que não é tão simples de se obter nas academias.

Conhecer outros lugares

Tanto no Brasil como fora do país, existem muitos lugares como praias, litorais, rios e lagos, ótimos e propícios para a prática de vários tipos de esporte aquático, até porque viajar para lugares diferentes é uma forma de se jogar no mundo, adquirir mais conhecimento ao aprender outras culturas e, principalmente, fazer novas amizades. 

Stand Up Paddle

Em algum lugar, você já deve ter ouvido falar sobre o Stand up Paddle. Praticado pelos famosos, a atividade é sucesso no verão e virou uma tendência.

O exercício consiste em se manter equilibrado em uma prancha e remar fazendo uma travessia ou pegando uma onda, como o surfe tradicional. Aos olhos de quem não conhece muito bem essa modalidade, pode parecer complicado de praticar, mas, na verdade, não é. 

Se você mora em uma cidade que não é de litoral, você pode contar com rios e lagos para praticar o esporte. É uma forma de impulsionar você a buscar lugares em sua própria cidade para conhecer e querer praticar seu SUP.

Conheça todas as modalidades do Stand Up Paddle.

SUP cruising: você pode explorar excursões encantadoras e compartilhar o tempo com a fauna marinha e etc.

SUP racing: você pode pegar leve ou buscar um pouco mais de ação participando de  corridas ou campeonatos, e treinar é o melhor remédio para atingir mais velocidade e, consequentemente, melhor resultado. 

SUP surf: é uma alternativa muito boa para quem têm dificuldade ou medo de surfar. Saber remar na água, pode te dar mais segurança e fazer você perder o medo de se arriscar no SUP surf.

Saiba algumas técnicas e dicas – SUP

Não tente carregar sua prancha em cima do carro quando estiver distraído ou apressado, você pode acabar colocando ela de forma errada acarretando em problemas futuros no trânsito. Para isso, indicamos – sempre que possível – que tenha alguma ajuda para levantar a prancha até o carro ou para amarrar, para ficar bem seguro e preso.

Se o local for perto de onde você for praticar, você pode carregar sua prancha de stand up paddle debaixo do braço se sentir firmeza ao segurar ou até mesmo carregá-la deitada na cabeça.

Fique atento a eles e saiba que o que mais compensa no final de todo trabalho e preocupação, é você estar se divertindo e entendendo os ótimos motivos para começar a praticar SUP.

Dicas de como dar início

Vá para um lugar em que a água tenha uma profundidade que bata nos seus joelhos, no mínimo. Deixe seu remo na superfície de sua prancha, na metade da prancha, mais próximo do bico. Coloque lentamente um joelho em cada lado da prancha, com cerca de 30 centímetros de distância entre eles, até que os joelhos estejam sobre a área da prancha. 

Aproveite para usar o remo como uma vara de apoio e equilíbrio, como um equilibrista. Mantendo os olhos no horizonte e os joelhos flexionados, comece a endireitar as costas para cima. E quando você se sentir pronto, use os dedos dos pés para fixar seus pés na posição mais confortável. Pronto, agora é começar a remar. Só lembrando que umas 4 ou 5 remadas curtas te dão mais equilíbrio do que duas remadas super longas. 

Caiaque

A técnica de remar um caiaque é simples e vamos descrever seus conceitos que permitem ao iniciante desfrutar com pouca prática o controle do barco. Primeiramente, segure o remo com as duas mãos no cabo e mantenha sempre à mesma distância das pás. 

Já o movimento de remar, consiste em colocar uma das pás na água à frente do barco de um de seus lados e arrastá-la para trás, puxando a água. Importante lembrar que a face côncava da pá deve ficar sempre voltada para trás e a função da mão menos hábil é de permitir que o remo gire (quando o punho da outra mão girar o cabo). 

Quanto mais vertical for a posição de seu remo no movimento de arrastar a água mais reto andará seu barco e a alternância da remada de um lado e do outro permite que você consiga andar na direção desejada. Mas, quanto mais horizontal, isto é, quanto mais na superfície da água ao lado do barco for o movimento da pá mais a proa (frente) do caiaque virará e mudará de direção. 

O Arca Parque oferece outros tipos de esporte aquático também

Agora que você sabe como é bom para sua vida realizar um esporte aquático e conheceu dois deles, para começar a praticar você só precisa vir ao Arca Parque! 

Além desses dois tipos de esporte aquático, o parque aquático a 30 minutos de Goiânia oferece outras atividades na água para aproveitar com a família, como Pedalinho. Mas também tem diversão fora da água, como andar a cavalo, pônei e charrete.

Sem falar nas piscinas de água quente e contato com a natureza que nosso lugar proporciona para que você, sua família e amigos tenham um fim de semana relaxante e inesquecível.

E nada melhor do que praticar atividades e relaxar no fim de semana com os amigos. Para aproveitar ao máximo é bom escolher o melhor e te damos dicas de como fazer essa escolha em nosso artigo aqui no blog.